Divisão de Serviços Técnicos
Catalogação da Publicação na Fonte. UFRN / Biblioteca Central Zila Mamede

ANAIS DO V ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA – ANPUH/RN

SIMPÓSIO TEMÁTICO 01

  1. A temática indígena através de imagens na Escola Desembargador Floriano Cavalcanti
  2. Abordagens criativas no ensino de História
  3. As inovações no ensino de História: novas práticas e reflexões em sala de aula
  4. Ensino de História e atividades de comunicação e expressão: experiência do PIBID de História no Ceres
  5. Ensino de Historia: interdisciplinaridade História com a Literatura
  6. Gente com memória de agente: o aluno, habilidade e ação infectante
  7. História e Cinema na Sala de Aula
  8. O Jornal em sala de aula: experiência docente com alunos do Ensino Médio
  9. O Lúdico em sala de aula: as experiências da utilização de Jogos Didáticos no ensino de História na Escola Estadual Calpúrnia Caldas de Amorim
  10. O uso da Bíblia como fonte histórica na sala de aula
  11. Os quadrinhos como fonte de saber na escola: a utilização das HQ’S na prática do ensino de História
  12. PIBID-História (Natal) - Trabalhando com jogos: uma atividade pensada para além da sala de aula
  13. Uma leitura do mundo: o uso de documentos escritos em sala de aula
  14. What a wonderful World: o uso da música como forma de discutir questões raciais no ensino de História

 

SIMPÓSIO TEMÁTICO 02

  1. “Santa Dica” e a relação de sua vida histórica e formas Religiosas
  2. A construção do discurso de liberdade a partir dos elementos emblemáticos mossoroense: reflexões sobre a seleção e apropriação do patrimônio material e imaterial abolicionista
  3. A fabricação do rei: a construção simbólica de Jackson do Pandeiro enquanto o Rei do Ritmo Nordestino
  4. A narrativa e o contexto na criação do Curso de Biblioteconomia da UFAL
  5. A técnica da Açudagem como resolução das Secas na década de 1950
  6. Araruna no Rio Grande do Norte: uma dança entre historiografia e memória
  7. Barreira contra o Inferno: a construção política da memória do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno em Fernando Mendonça
  8. Documento, Historiografia Alagoana e Cultura Política
  9. Memória, espaço e relações de gênero a partir das ruas Generina Vale e Júlia Medeiros
  10. Nas lamas da Manguetown
  11. Operacionalizando sonhos... Tecendo realidades: nação e identidade no discurso de Gustavo Barroso
  12. Os decaídos de 1930: José Augusto Bezerra de Medeiros e a reconfiguração política do Rio Grande no Norte pós-revolução
  13. Pedro Velho: um personagem no jogo das Histórias do Rio Grande do Norte

 

SIMPÓSIO TEMÁTICO 03

  1. “Não vai acontecer não que Sant’ana não deixa”: representações da secular batalha entre tradição e modernidade na festa de Sant’ana de Caicó
  2. “Um Suíço e sua Ferrovia em Santa Luzia de Mossoró”: território, natureza e progresso no final dos Oitocentos (1875-1876)
  3. A construção dos espaços públicos em Jardim do Seridó: a “Veneza Seridoense”
  4. A máquina do “progresso”: o automóvel em Natal, ligando os espaços e moldando novos sentidos (1920-1940)
  5. A Missão do Guajirú e a política indigenista do Marquês de Pombal
  6. As cronotopias natalenses: tempo e espaço nas imagens de Natal na crônica de Luís da Câmara Cascudo da década de 1910
  7. Casa de Comércio do Guarapes (1850 – 1920): transformações espaciais e relações de poder
  8. Construção simbólica da identidade sócio-territorial nordestina a partir da análise do filme “Central do Brasil”
  9. Do esplendor do Cabaré de Maria Boa ao ostracismo do Beco da Quarentena (1942-1950)
  10. Emergência indígena no Rio Grande do Norte: etno-história, territorialidade e memória na comunidade dos Caboclos de Assú-RN
  11. Entre projetos, sonhos e atrasos: as obras de melhoramento do porto de Natal e a construção de uma identidade para o regime republicano no Rio Grande do Norte (1889-1913)
  12. Formação e atuação de um bando cangaceiros na região do Seridó no final século XIX: um estudo de caso
  13. Imagem, território e territorialidades: a cidade de Jardim do Seridó-RN nas décadas de 1950 a 1960
  14. O espaço entre lei e prática: construção e ocupação do bairro Cidade Nova (1901-1929)
  15. O Rio Seridó e o regionalismo: as representações e a estruturação de uma Identidade Seridoense
  16. O sertão: a construção da figura do cangaceiro como representação de um modelo de masculinidade
  17. Sertão praticado, sertão representado: a caatinga como espaço de fartura ou privação, de ficar ou de passar
  18. Territorialidade de agrupamentos familiares envolvendo portugueses na Freguesia do Seridó (1788-1811)
  19. Território e territorialidade: o assentamento Rural Remédio, localizado no município de Umarizal-RN
  20. Um mundo povoado de raparigas e baladeiras: a representação da imagem feminina no Forró Eletrônico

 

SIMPÓSIO TEMÁTICO 04

  1. “A importância do casamento consanguíneo na manutenção da família Patrimonial e a posse da terra na região do Seridó Potiguar do século XIX”
  2. “A prostituição em Caicó no XX: relações sociais em meio às feiras locais”
  3. A escrita e a produção histórico-poética de um Assú antigo e tradicional
  4. A feira, os saqueadores, a necessidade: os saques de 1953 e 1971 na Feira Livre de Currais Novos e o lugar social dos saqueadores
  5. A implantação do Presbiterianismo na cidade de Mossoró (1883-1948): a construção de um espaço de diversidade religiosa
  6. O Conhecimento Histórico Escolar e a construção das narrativas sobre o cangaço: Mossoró e o discurso da resistência
  7. Ritos fúnebres em Brejo do Cruz: a preocupação com a vida após a morte
  8. Sexo, culpa e interdição: os casamentos consanguíneos no Caicó arcaico

 

SIMPÓSIO TEMÁTICO 05

  1. Crueldade guerreira ou ideologia da guerra: imagens e estereótipos da Assíria em livros didáticos
  2. Repensando o medievo: problematizando o conceito de Idade Média na educação básica
  3. Um entrelaçar de tradições: a tradição clássica e a busca da tradição hermética nas xilogravuras e gravuras de Albrecht Dürer (1471-1528)

 

SIMPÓSIO TEMÁTICO 06

  1. A atividade intelectual nos periódicos literário-humorísticos da cidade do Natal (1889-1930)
  2. A dimensão da propriedade intelectual na Literatura de Cordel
  3. A história dos “Eus literários” e a influência dessas leituras na apropriação do conhecimento
  4. Biografia como fonte para uma micro-história do Seridó
  5. Do engenho à escola, da escola ao engenho: análise da construção simbólica da espacialidade escola em “Doidinho” (1932)
  6. Folhetins d’A Republica: a impressão de novos valores políticos e sociais na literatura presente no jornal “A Republica” no primeiro período republicano na cidade do Natal-RN
  7. História de Campina Grande: forjando a memória local - Elpídio de Almeida e sua representação da cidade
  8. Literatura de Cordel: operações midiáticas e práticas de leituras
  9. Nina Rodrigues e o Quilombo de Palmares: um espaço raciológico
  10. O território de Zila Mamede: desterritorialização e reterritorialização no espaço
  11. Rompendo paradigmas: Auta de Souza nos círculos de poder da literatura oitocentista norte-riograndense

 

SIMPÓSIO TEMÁTICO 07

  1. A alquimia do Aluízio que virou “Aluísio”: o anúncio de cadastramento na Fundação de Habitação Popular no Rio Grande do Norte em 1964
  2. A imagem, a crônica na construção da memória: Natal na década de 1910
  3. A minissérie “O Quinto dos Infernos” e suas representações históricas na TV
  4. Análise da construção de conceitos históricos a partir dos recursos fílmicos
  5. As representações acerca de Sant’Ana, seus fiéis e sua cidade
  6. Do espetáculo da cidade à cidade do espetáculo: a importância da imagem na cidade pós-moderna
  7. Do outro lado das lentes: imagens e representações do cangaço no filme O Cangaceiro (1953)
  8. É o Cão: uma análise sobre a construção da imagem de Exu como diabo cristão
  9. Histórias que (re)criam Mossoró: identidade “costurada” a partir de discursos transmitidos pelo Auto da Liberdade
  10. Imagens do “des”encontro: Oriente visto por ocidente, ocidente visto por oriente
  11. O imaginário de Frans Post e Albert Eckhout: um estudo diferenciado da colonização do Brasil para a educação básica
  12. Seridó cigano: das fontes as representações
  13. Uma boa imagem da cerveja: a construção do corpo feminino na mídia
  14. Zé Leão um milagreiro: memória e compromisso de fidelidade com o sagrado através dos ex-votos na cidade de Florânia-RN

 

SIMPÓSIO TEMÁTICO 08

  1. A Educação Patrimonial como pratica de Ensino de História Local: nossa experiência no Centro Histórico de Cruzeta-RN
  2. A pesquisa colaborativa na produção do conhecimento sobre ensino de história: construindo caminhos
  3. As possibilidades do ensino de História na Educação Profissional no IFRN – Campus Ipanguaçu
  4. Documentos históricos como recurso didático no ensino de história
  5. Educação Histórica e EJA
  6. Educação Patrimonial: a história inscrita na paisagem do Seridó Ocidental potiguar
  7. Gerações de uma história: disputas pela produção da memória local
  8. O ensino de História em questão: a institucionalização da disciplina cultura do RN em relação aos usos e funções da história
  9. O Livro Didático de História: algumas reflexões sobre seus usos, finalidades, indicações e sua relação com a Consciência Histórica
  10. O Programa Nacional do Livro Didático e o ensino de História (2004-2014): da construção da Cidadania ao pensar historicamente
  11. O que nos lega e a quem é legado: um estudo sobre o patrimônio norte-riograndense nos livros didáticos de História do Rio Grande do Norte
  12. Sobre novos espaços de ensino-aprendizagem em História: os ambientes virtuais enquanto novas salas de aulas na era da informação
  13. Teoria e método: uma relação necessária no ensino de história

 

SIMPÓSIO TEMÁTICO 09

  1. “Deus é grande, mas o mato é ainda maior”: estratégias de recrutamento e as variadas táticas de resistências na Província do Rio Grande do Norte durante a Guerra do Paraguai
  2. “Queixo -me a Vossa Majestade do procedimento, força e violência que comigo há tido... disputas por espaço político e ascensão social na capitania da Paraíba
  3. A construção discursiva da Câmara de Natal em torno da independência política da Capitania do Rio Grande do Norte no final do século XVIII
  4. A escravidão em Goianinha (RN) no século XVIII: as relações entre senhores, escravos e sociedade
  5. A seca no discurso da Assembleia Legislativa Provincial no Rio Grande do Norte (1877-1879)
  6. As bases do poder: o uso dos “moradores” como fundamento para a continuidade no poder na Capitania do Rio Grande (1697-1700)
  7. Carneiros, veados e formigas: a expansão da família Carneiro para além da capitania de Pernambuco, estratégias e conflitos pela posse de terra (1696-1761)
  8. Cerimonial de autos de posse para a concessão de terras na América Portuguesa
  9. Conflitos internos: administração das vilas de índios da capitania do Rio Grande do Norte no início do século XIX
  10. Cristóvão Soares Reimão, fundador da Vila de Aquiraz: conflito de interesses entre Capitão-Mor e Oficiais da Câmara da Capitania do Ceará nas primeiras décadas do século XVIII
  11. Donas de terras sesmeiras na capitania do Rio Grande setecentista (1700 – 1750)
  12. Episódios da Guerra do Açu (c.1687-1720): um olhar sobre a resistência indígena no interior da capitania do Rio Grande
  13. Estratégias de vida: histórias de mulheres escravas na cidade do Crato (Ceará) na segunda metade do século XIX
  14. Índios, missionários e colonos nas capitanias do Ceará e Rio Grande: conflitos e interesses no contexto histórico da Guerra do Açu (c.1683-1716)
  15. Negociações e alforrias: a carta de liberdade como resultado de negociações entre senhores e escravos
  16. O abandono de crianças na cidade da Parahyba na década de 1870: visões dos provedores da Santa Casa de Misericórdia
  17. Para além das armas outras formas de resistência indígena frente à expansão portuguesa na Capitania do Rio Grande
  18. Percorrendo o sertão: a trajetória do capitão-mor Salvador Álvares da Silva pelo interior da capitania do Ceará
  19. Subversores da ordem colonial: posse e domínio de terras envolvendo a Casa da Torre de Garcia d’Ávila e colonos no sertão do Piancó (1757-1765)
  20. Uma nova conquista: a família Oliveira Ledo e o processo de ocupação do sertão do Piancó (1663-1730)